Conflito /Leste Europeu (01/04/2022) 

 

 

Ucrânia lança primeira ofensiva e  bombardeia depósito de gasolina na Rússia
a 40 km da fronteira

 

Dois helicópteros ucranianos bombardearam um depósito de gasolina em território russo, na localidade de Belgorod, oeste da Rússia, a 40 quilômetros da fronteira com a Ucrânia, informou o governador local nesta sexta-feira (1).

 

Imagem de vídeo divulgado pelo ministério russo de Situações de Emergência mostra incêndio em depósito de combustível em Belgorod© Handout Imagem de vídeo divulgado pelo ministério russo de Situações de Emergência mostra incêndio em depósito de combustível em Belgorod

 

O Kremlin afirmou que o ataque executado afetará as negociações bilaterais para acabar com a ofensiva na Ucrânia. "Está claro que não se pode considerar isto como algo que vai criar as condições apropriadas para a continuidade das negociações", afirmou Dmitri Peskov, porta-voz da presidência russa.

 

O ministro ucraniano das Relações Exteriores, Dmytro Kuleba, afirmou que não poderia confirmar o negar as  as informações de Moscou. "Sou um civil", disse em Varsóvia. O ataque, o primeiro do tipo por parte da aviação ucraniana se for confirmado, aconteceu depois que a Rússia afirmou em várias ocasiões que tem o controle total do espaço aéreo na Ucrânia, onde executa o que chama de operação militar especial.

O governador de Belgorod, Vyacheslav Gladkov, afirmou em sua conta no Telegram que Aconteceu um incêndio no depósito de petróleo devido a um bombardeio efetuado por dois helicópteros militares ucranianos, que entraram no território russo voando a baixa altitude.

 

Em outra mensagem, o governador afirmou que os bombeiros trabalhavam para apagar o incêndio e que dois funcionários do depósito ficaram feridos. O ministério russo de Situações de Emergência informou que 170 funcionários seguiram para o local. O ministério divulgou um vídeo que mostra os bombeiros tentando apagar as chamas. Também confirmou o balanço de dois feridos.

 

O grupo Rosneft, proprietário do depósito, anunciou que retirou os trabalhadores do local. O diretor de uma gráfica que fica perto de Belgorod, Konstantin Lakhnov, afirmou que sua empresa foi atingida pelos disparos. "Helicópteros lançaram foguetes contra nós... as janelas estão danificadas, o equipamento está destruído ou danificado... o teto foi danificado", declarou à agência estatal TASS.

 

Após o ataque, a imprensa local mencionou filas de veículos em postos de gasolina, mas o ministro da Energia, Nikolai Shulgunov, garantiu que a região não vai enfrentar falta de combustível. Vídeos supostamente gravados em Belgorod e divulgados nas redes sociais mostram um helicóptero lançando mísseis, e depois a explosão. Na quarta-feira foram registradas explosões em um depósito de munições da região de Belgorod, sem que as autoridades russas explicassem o que provocou o incidente.

 

Belgorod fica 80 quilômetros ao norte de Kharkiv, uma grande cidade ucraniana atacada pelas tropas russas desde o início da ofensiva do Kremlin. Em 25 de fevereiro, a imprensa local e moradores ucranianos citaram um ataque da Ucrânia contra uma base aérea russa perto de Rostov, mas a informação não foi confirmada oficialmente.

 

Veja Ainda:   Governo zera imposto de importação do etanol e de seis alimentos

                   Pastor lobista do MEC abriu faculdade e investiu R$ 100 mil em novo negócio

                   Ministério Público pede condenação de Bolsonaro por manter funcionária fantasma

                   Dia movimentado, governo Bolsonaro troca comando da Petrobras e da Educação

                   Queda de presidente da Petrobras aumenta rusga do Exército com a Marinha

                   Medicamentos terão reajuste de quase 11% a partir de quinta, decide governo Bolsonaro