Política- Brasil 31/08/2021
 

 

Coaf: Barros tem movimentação bancária “incompatível com patrimônio”

O Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou à CPI da Covid que o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros teve “movimentação financeira incompatível com o patrimônio, a atividade econômica ou a ocupação profissional e a capacidade financeira”.

 

O relatório, obtido pelo jornal O Globo, mostra que Barros movimentou R$ 418 mil, o equivalente a 94% do que o parlamentar diz ter como patrimônio líquido declarado: R$ 446 mil. No total, foram R$ 169.849,97 acima da capacidade.

 

As operações foram feitas com familiares ou “estreitos colaboradores” sem que fossem justificadas por eventos econômicos. Além disso, houve “movimentação por meio de saques, os quais dificultam identificar os beneficiários finais dos recursos”.

Veja ainda:

Acompanhe nosso programa diariamente,  das 6h às 8h  na frequência (103,5 Mhz)